gravida-pilates

PILATES NA GESTAÇÃO

Você já pensou em praticar alguma atividade física durante a gestação? Fazer pilates durante a gravidez faz bem?

 

O período gestacional é composto por diversas mudanças que submetem o corpo da mulher a algumas adaptações anatômicas e fisiológicas que a preparam para o feto se desenvolver e crescer.

Essas mudanças causam alterações no sistema músculo- esquelético. Uma modificação bem típica nas gestantes é a alteração do centro de gravidade, na qual a mulher apresenta uma tendência de se deslocar para frente, devido ao crescimento útero-abdominal. Para compensar essa mudança, o corpo projeta-se para trás, favorecendo o aumento da lordose lombar e a cabeça se desloca para frente como sistema de compensação. Todas essas mudanças aumentam a chance de aparecer uma lombalgia ou cervicalgia.

Uma alternativa para a melhora desses sintomas é a prática de atividade física. O método Pilates, criado por Joseph Hubertus Pilates (1883- 1967), é uma ótima opção. Pode ser praticado tanto para condicionamento físico quanto para prevenção e reabilitação. A prática reorganiza o centro de força, como abdomen, quadril e lombar e deve ser realizada com poucas repetições, concentração, precisão de movimentos e fluidez. Tem como objetivo a melhora da postura e minimiza as compensações do período gestacional.

Alguns benefícios do Pilates na gravidez:

  • Previne ou ameniza as dores na coluna vertebral
  • Alonga e relaxa os músculos do corpo
  • Ativa a musculatura do assoalho pélvico
  • Estimula a circulação sanguínea
  • Desenvolve a consciência corporal
  • Melhora a respiração
  • Aumenta a sensação de bem estar
  • Melhora a oxigenação do bebê

 

As contraindicações do Pilates na gravidez são relativas e não existe nenhuma que seja absoluta. Para uma prática segura dos exercícios. a gestante precisa ser orientada quanto ao alinhamento corporal e descarga de peso. “Desde que a mãe e o bebê estejam saudáveis e o profissional que a acompanha tenha ampla experiência em trabalhar com Pilates na gestação, os riscos são praticamente inexistentes”, segundo a fisioterapeuta Marcela Soares.

O Pilates pode ser associado com outra modalidade esportiva durante a gravidez, como caminhada leve e hidroginástica, pois ambos também melhoram a função cardiorrespiratória e vascular. Para quem se encontra sedentária, a pratica deve ter início após o primeiro trimestre gestacional, apos uma avaliação médica. A gestante que já praticava alguma atividade física antes da gestação, pode continuar desde que consiga adaptar os exercícios para a nova condição. O obstetra deve estar ciente e ter autorizado a prática de qualquer atividade física durante o período gestacional.

Contato Dela:

Fisioterapeuta Marcela Soares

ma.soares.silveira@gmail.com

Please follow and like us:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *